Pesquisar este blog

terça-feira, 12 de setembro de 2017

Audiência Pública proposta pela deputada Edna Auzier promove debate sobre a RENCA


“Desenvolvimento Mineral com Sustentabilidade e Inclusão Social” foi o tema da Audiência Pública realizada na manhã desta segunda-feira (11), no plenário da Assembleia Legislativa do Estado (Alap), para debater os impactos que podem causar ao meio ambiente do Amapá o fim da Reserva Nacional de Cobre e Minerais Associados (RENCA), uma área de quase quinhentos quilômetros quadrados, localizada em territórios dos Estado do Pará e do Amapá, rica em diversos minerais.

Promovido pelo mandato parlamentar da deputada Edna Auzier (PSD), o evento contou com a presença de importantes autoridades e especialistas no assunto, entre os quais os prefeitos de Pedra Branca do Amapari, Beth Pelaes e de Serra do Navio, Elson Belo Lobato; o vereador de Macapá Yuri Pelaes; o promotor de justiça Adilson Garcia e o diretor presidente do Instituto Estadual de Florestas, Marcos Tenório.

Conduzida pela deputada Edna Auzier, a Audiência Pública foi acompanhada por uma grande quantidade de populares que lotou as galerias da Alap e ouviu atentamente as palestras proferidas por especialistas no assunto, que destacaram os prós e contras da atividade de exploração de minérios na reserva. O primeiro a proferir palestra foi o professor doutor da Universidade federal do Amapá Marcelo José de Oliveira que abordou o tema “Renca e Mineração”. Em seguida, o presidente da Federação de Cooperativas de Garimpeiros do Estado do Amapá, Francisco Nogueira, falou sobre “A história do setor mineral, perspectivas, contribuição para a economia, setor social nacional e local e meio ambiente”. O ex-deputado Antônio Feijão encerrou o ciclo de palestras, destacando o tema: “Reserva Nacional do Cobre: A falência do saber”.

Independentemente de serem favoráveis ou não, à extinção da Renca, todos os que se manifestaram no evento, foram unânimes em afirmar que qualquer que seja a decisão a ser tomada pelo poder público sobre a Reserva, só deve ser implementada após serem ouvidos os principais interessados no assunto: As populações do Amapá e do Pará, em especial as comunidades que habitam a região protegida.

A deputada Edna Auzier, proponente da Audiência Pública disse que a sua iniciativa visa contribuir para o desenvolvimento do Amapá. “Somos eleitos para atender ao chamado do povo. Esta audiência traduz a nossa preocupação em dialogar com a sociedade e buscar o melhor caminho para proporcionar a dignidade e a melhor qualidade de vida ao nosso povo. Somos favoráveis ao desenvolvimento, mas com responsabilidade e respeito ao meio ambiente e ao direito das populações tradicionais”, afirmou



AGÊNCIA DE NOTÍCIAS - ALAP
Texto: Paulo Oliveira - Reg. Prof. 572-DRT/PA
Foto: Gerson Barbosa
Portal: al.ap.gov.br
Blog: casadeleis.blogspot.com
Twitter: @assembleia_ap
Facebook: Assembleia Legislativa do Amapá
Instagram: assembleia_noticias
Flickr: noticias assembleia
Tv Assembleia: Canal - 57.2
Rádio Assembleia: 93.9 FM

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deputada Luciana Gurgel cumpre agenda oficial da Comissão de Empreendedorismo da Alap, em Brasília

A presidente da Comissão de Empreendedorismo da Assembleia Legislativa do Amapá (Alap), deputada Luciana Gurgel (PMB), acompanhada do dep...