Pesquisar este blog

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Audiência Pública fortaleceu prevenção e combate ao suicídio no Amapá


 Nesta sexta-feira, 22, o plenário da Assembléia Legislativa lotou para Audiência Pública "Combate ao Suicídio: Essa causa é de todos nós", que discutiu o desenvolvimento de políticas públicas para prevenção do suicídio no Amapá.

Proposta pela deputada Telma Gurgel, a audiência debateu o elevado número de suicídios associados principalmente à depressão. Foram convidados para o debate, profissionais da saúde, autoridades e representantes de instituições que debateram medidas para combater o alto índice de suicídio, entre elas o Centro de Valorização da Vida (CVV), Faculdade de Macapá (Fama), Ministério Betel, Universidade Paulista (UNIP), além de estudantes de várias escolas estaduais e da sociedade civil.

Para a deputada estadual Telma Gurgel, a administração pública deve adotar medidas de combate à depressão e por consequência, ao suicídio. "Estamos no setembro amarelo e são necessárias discussões sobre o tema, para que se auxilie na prevenção. O suicídio se tornou um caso de saúde pública, quase que uma epidemia. Não podemos nos silenciar", garantiu a deputada.





O promotor de Justiça, André Luiz Araújo, pediu que as famílias se voltem à seus filhos e familiares. "Observem o que acontece dentro de sua casa para que casos como esses, sejam prevenidos", disse.

Wander Silva, coordenador do CVV no Amapá, destacou que "é importante salientar que as casas legislativas estão abertas ao tema. Precisamos prevenir este fato". Wander garantiu que o CVV está de portas abertas e também atende pelo número 141. "Agradeço a oportunidade de divulgar nosso trabalho voluntário e desmistificar, buscando políticas públicas voltadas ao debate", ponderou.

A audiência contou também com o depoimento de Marcione Tavares, que já tentou suicídio e teve dois casos registrados na família. "Isso marcou a minha vida e de toda a minha família. Hoje me motiva já que vou levar essa experiência para o resto de minha vida", disse.

O evento também contou com a presença do doutor Washington Luiz Brandão, que palestrou sobre o tema: "Combate ao Suicídio: reflexões sobre o enfrentamento, do tenente Sílvio Silva que representou o comando da Polícia Militar, que tratou do policiamento escolar inserindo o suicídio e da psicóloga do Centro de Referência em Atendimento a Mulher, Jairene Lima.

O Grupo de teatro experimental Atordoado, do curso de Psicologia do Immes, apresentou o take "O grito de Socorro".

Ao final a deputada Telma Gurgel, apresentou como encaminhamento o envio de todas as propostas levantadas a audiência para os órgãos competentes.



AGÊNCIA DE NOTÍCIAS - ALAP
Texto: Alyne Kaiser
Fotos: Gerson Barbosa
Portal: al.ap.gov.br
Blog: casadeleis.blogspot.com
Twitter: @assembleia_ap
Facebook: Assembleia Legislativa do Amapá
Instagram: assembleia_noticias
Flickr: noticias assembleia
Tv Assembleia: Canal - 57.2
Rádio Assembleia: 93.9 FM

A pedido da deputada Luciana Gurgel ramal do Goiabal recebeu manutenção

 Em 2016 Lideres comunitários e moradores da Lagoa dos índios e do Goiabal procuraram a deputada estadual Luciana Gurgel (PMB) para pedir apoio da parlamentar e solicitar junto ao Governo do Estado a manutenção e pavimentação asfáltica do ramal que liga as duas comunidades localizadas as margens da rodovia Duca Serra.

Na ocasião a deputada recebeu um abaixo assinado dos moradores contendo 600 assinaturas reivindicando a manutenção do ramal. Atendendo a manifestação da comunidade Luciana Gurgel encaminhou ao Governo do Estado um requerimento solicitando o serviço. Depois de acompanhar de perto o processo na Secretaria de Transportes e participar de audiências com o secretário da SETRAP, Jorge Amanajás, o requerimento foi atendido e as obras iniciadas no início do mês de setembro.
"Fico muito feliz em vê o resultado do nosso trabalho. A manutenção do ramal é uma conquista da comunidade- das lideranças que se mobilizaram para resolver a situação, nós apenas reforçamos a luta. Em nome do morador Marlon Ramos parabenizo todos os moradores pela iniciativa". A parlamentar finalizou agradecendo o governador Waldez Góes, o secretário de transportes, Jorge Amanajás, o engenheiro João Huilton e o encarregado de campo, Neuton Barbosa de Lima.

O líder comunitário do Goiabal Marlon Ramos destacou a importância do trabalho realizado pela deputada e pela Secretaria de Transportes. "Só nós sabemos dos transtornos que já passamos no verão e inverno, com poeira, lama e trechos da estrada intrafegáveis. Mas graças ao apoio da deputada Luciana e o compromisso do governador Waldez com a nossa comunidade, nós não vamos mais passar por isso", agradeceu Marlon



AGÊNCIA DE NOTÍCIAS - ALAP
Texto e fotos: Dep. Luciana Gurgel
Portal: al.ap.gov.br
Blog: casadeleis.blogspot.com
Twitter: @assembleia_ap
Facebook: Assembleia Legislativa do Amapá
Instagram: assembleia_noticias
Flickr: noticias assembleia
Tv Assembleia: Canal - 57.2
Rádio Assembleia: 93.9 FM

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Deputada Raimunda Beirão discutirá direitos das crianças em regiões de fronteiras

Representantes da Frente Parlamentar em Defesa da Criança e do Adolescente, das Assembleias Legislativas do Brasil, estarão participando no período de 27 à 29 deste mês em Campo Grande - Mato Grosso do Sul, do VII Encontro Nacional e I Encontro Regional Centro-Oeste da Frente Parlamentar Interestadual de Mobilização Nacional Pró-Criança e Adolescente (FENACRIA), com o tema: O Brasil no resgate da dignidade infanto-juvenil: ações de enfrentamento ao abuso e exploração sexual nas regiões fronteiriças. A Assembleia Legislativa do Amapá (ALAP), será representada pela deputada Raimunda Beirão (PMB).

No encontro haverá discussão sobre as peculiaridades das regiões de fronteiras, mais vulneráveis às violações de direitos (exploração sexual, tráfico de pessoas, tráfico de drogas e tráfico de armas). "Certamente que os Legislativos Estaduais, por suas comissões técnicas e frente parlamentares de promoção e defesa dos direitos humanos de crianças e adolescentes, têm papel preponderante nessa discussão, que objetiva a construção de ações de enfrentamento dessas violações e a garantia de direitos", destaca o presidente da FENACRIA, deputado Carlos Antônio (GO).

No Amapá, 73% das ligações para o 'Disque 100' denunciaram abuso sexual contra crianças em 2016, as chamadas foram contabilizadas pela Ouvidoria Nacional dos Direitos Humanos. Em 2015, foram 38 ligações, o que destaca o crescimento no acionamento da ferramenta para notificação de ocorrências envolvendo menores de idade. "Dados que preocupam e, temos que discutir o assunto e encontrar soluções", comentou a deputada Raimunda Beirão.

No mês de junho deste ano em Foz do Iguaçu (PR), foram eleitos os novos membros da Fenacria, tendo a deputada Edna Auzier, eleita a 1ª secretária da diretoria. A eleição ocorreu na Conferência Nacional dos Legisladores (CNLE) e Legislativos Estaduais, realizada anualmente pela União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale).

 

AGÊNCIA DE NOTÍCIAS - ALAP
Texto: Everlando Mathias
Foto: Jaciguara Cruz 
Portal: al.ap.gov.br 
Twitter: @assembleia_ap 
Facebook: Assembleia Legislativa do Amapá 
Instagram: assembleia_noticias 
Flickr: noticias assembleia 
Tv Assembleia: Canal - 57.2 Rádio Assembleia: 93.9 FM

Pacientes de Lúpus de Macapá ganham protetores solar na Assembleia Legislativa



Representantes dos pacientes de Lúpus receberam na manhã desta quinta-feira (21), na Assembleia Legislativa do Amapá (ALAP), kits de protetores solar, essencial para as pessoas que têm a doença. A ação partiu das deputadas Roseli Matos (PP), Edna Auzier (PSD), Aparecida Salomão (PSD) e Janete Tavares (PSC), além da participação dos deputados: Oliveira, Augusto Aguiar, Jory Oeiras, Fabricio Furlan, Paulo Lemos e Dr. Furlan e as deputadas: Cristina Almeida e Telma Gurgel. “Uma das recomendações cruciais dos reumatologistas aos pacientes é o cuidado em relação à exposição solar. O sol, nesse caso, funciona como gatilho, no surgimento de novas lesões na pele”, explicou a vice-presidente da Associação de Amigos e Pessoas com Lúpus no Amapá (AAPLAP), Francielle Moraes, agradecendo a iniciativas das parlamentares.
 
O que se sabe é que cerca de 30% a 40% das pessoas que têm a doença apresentam maior sensibilidade aos raios ultravioletas, que, muitas vezes, geram o surgimento de novas lesões na pele e crises de atividade do lúpus.

Segundo a deputada Roseli Matos, após a audiência pública realizada no mês de junho deste ano, onde foi discutida a atenção da pessoa com Lúpus, foi colocada em prática a campanha que arrecadou cerca de 300 protetores solares.  "Queremos sensibilizar a sociedade quanto à importância do uso do protetor pelos pacientes de Lúpus", frisou a deputada.

De acordo com a parlamentar a maioria dos pacientes é carente financeiramente e não dispõe de recurso para comprar um protetor solar, tendo que usar quatro vezes ao dia, fora o medicamento. “Um frasco custa 80 reais, são quase dois frascos por mês”, comentou Roseli Matos.

Segundo dados da Associação de Pacientes com Lúpus no Amapá, cerca de 300 casos foram diagnosticados em Macapá, entre crianças a partir de cinco anos, adolescentes e adultos. Os municípios que merecem atenção são Mazagão e Santana, que este ano já registraram quatro mortes. "Não temos um levantamento estatístico dos casos no Estado", informou a presidente da associação, Edilene Martins, frisando que, essa é a primeira programação voltada exclusivamente para os pacientes com lúpus no Amapá. "Infelizmente ainda enfrentamos muitas dificuldades no tratamento, que praticamente não existe. Nosso objetivo é lutar para garantir esse direito a todas as pacientes, que tenham acesso a remédios e consultas com especialistas", falou a presidente.

Lúpus - O lúpus eritematoso sistêmico (LES), conhecido popularmente apenas como lúpus, é uma doença autoimune que pode afetar principalmente pele, articulações, rins, cérebro, mas também todos os demais órgãos.

A doença ocorre quando o sistema imunológico ataca e destrói alguns tecidos saudáveis do corpo. Não se sabe exatamente a causa para esse comportamento anormal, mas pesquisas indicam que a doença seja resultado de uma combinação de fatores, como genética e meio ambiente. É mais comum em mulheres e a maior parte dos diagnósticos acontece entre os 15 e os 40 anos, apesar de poder surgir em todas as idades. O lúpus é mais comum em pessoas afro-americanas, hispânicas e asiáticas.



AGÊNCIA DE NOTÍCIAS - ALAP
Texto: Everlando Mathias
Foto: Gerson Barbosa
Portal: al.ap.gov.br
Twitter: @assembleia_ap
Facebook: Assembleia Legislativa do Amapá
Instagram: assembleia_noticias
Flickr: noticias assembleia
Tv Assembleia: Canal - 57.2
Rádio Assembleia: 93.9 FM

Comissão de Segurança Pública encerra vistoria no Município de Calçoene



Com a visita técnica efetuada a três órgãos do sistema de segurança pública e ao Hospital Estadual, na cidade de Calçoene, os deputados Charles Marques (PSDC) e Jaci Amanajás (PV), integrantes da Comissão Permanente de Segurança Pública da Assembleia Legislativa do Amapá (CSP), concluíram a primeira parte da vistoria que pretendem fazer aos dois municípios localizados na parte mais extrema do norte do Estado, ligados pela rodovia BR-156. O próximo a ser visitado será Oiapoque, na fronteira com a Guiana Francesa.

O primeiro órgão a ser visitado pelos parlamentares e técnicos da CSP foi a Delegacia de Polícia Civil do município de Calçoene. Recebidos pelo agente de polícia Santos, os parlamentares constataram as deficiências na estrutura do prédio da delegacia, cujas celas não apresentam condições humanas para acomodar detentos e os alojamentos para os policiais que tiram plantão se encontram em estado precário. Também foi detectado falta de combustível para as viaturas da delegacia e deficiência na comunicação pela falta de internet na delegacia.
No quartel da Polícia Militar, os integrantes da CSP foram recebidos pela Tenente G. Santos, que comanda a guarnição e pelo tenente Sampaio. Apesar de dispor de um prédio relativamente conservado, os militares reivindicam o aumento do efetivo, que hoje, é de 22 militares, e pequenos reparos na estrutura física, entre os quais a limpeza na parte externa do prédio e o fechamento de uma fossa sanitária atrás do quartel. Além disso, os deputados ouviram reclamações sobre a irregularidade no envio da cota mensal de combustível, que varia de 50 a 250 litros, insuficiente para as atividades normais e também sobre a situação dos pneus das viaturas, completamente desgastados. Outra reclamação diz respeito à falta de pagamento da ajuda de custo devido aos militares transferidos para o interior. “Isso não contribui em nada para a motivação dos militares que se dispõem a trabalhar no interior, sem nenhuma retribuição pecuniária” disse a tenente G. Santos.

A última visita do dia ocorreu na sede do Conselho Tutelar do município, onde a CSP reuniu-se com a presidente do órgão, Sinaura Marques e com os conselheiros Cildo Cardoso, Vera Mendes e Ocimar Torres. O assunto tratado foi sobre o aumento do índice de criminalidade juvenil e abuso sexual a menores, geralmente causado pelo excesso de drogas, álcool e a falta de perspectivas provocada pela crise econômica. Mesmo dispondo de um veículo para a fiscalização, a falta de pneus está impedindo as diligências do órgão.
Os parlamentares ouviram atentamente as reivindicações e prometeram se empenhar junto ao executivo para solucionar as principais questões. "Não queremos e nem devemos criar falsas expectativas" – disse o deputado Charles Marques. "Mas, se paramos de falar, não ouviremos mais as reclamações. Vamos enviar relatório minucioso ao governador e ainda manteremos contatos com algumas secretarias estaduais para tentar solucionar os problemas mais urgentes", concluiu.

O deputado Jaci Amanjás, que também é vice-presidente da Comissão de Saúde, visitou o Hospital Estadual e verificou a necessidade de alguns reparos na estrutura do prédio e a falta de pessoal suficiente para suprir as demandas na área de saúde. "Nosso papel nós fazemos. Verificamos as necessidades e encaminhamos aos órgãos competentes. Infelizmente, não temos o instituo das emendas impositivas no âmbito do Estado. Mas além de requerermos as melhorias, fiscalizamos o cumprimento das reivindicações", ponderou.

Nesta quinta-feira (21), a comitiva segue para o município de Oiapoque, onde fará vistorias nos órgãos que compõem o sistema de segurança pública e ouvirá seus respectivos titulares na tentativa de solucionar os problemas mais urgentes.



 AGÊNCIA DE NOTÍCIAS - ALAP
Texto e fotos: Paulo Olivera Reg. Prof. 572 - DRT/PA
Portal: al.ap.gov.br
Blog: casadeleis.blogspot.com
Twitter: @assembleia_ap
Facebook: Assembleia Legislativa do Amapá
Instagram: assembleia_noticias
Flickr: noticias assembleia
Tv Assembleia: Canal - 57.2
Rádio Assembleia: 93.9 FM


quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Comissão de Turismo da ALAP vai a Brasília solicitar inclusão do Amapá no mapa do turismo nacional e internacional



A Comissão de Turismo da Assembleia Legislativa do Amapá (ALAP) se reuniu em sessão deliberativa nesta quarta-feira (20), para aprovar o calendário de atividades do segundo semestre.

A presidente da Comissão Permanente, deputada Luciana Gurgel falou sobre as audiências agendadas em Brasília nos próximos dias junto ao presidente da Embratur, Vinícius Lumertz, para solicitar a inclusão do Estado do Amapá no mapa do turismo nacional e internacional – com a inclusão do Estado em campanhas promocionais e publicitárias. “Percebemos que o nosso Estado precisa ter um tratamento especial para o turismo, pois temos uma riqueza imensa a ser visitada como os rios e cachoeiras, que podem ser explorados por trilhas e pesca esportiva. O turismo é a saída que o Amapá tem de sustentabilidade econômica. E nós estamos trabalhando nesta direção para divulgar essas riquezas nacionalmente e internacionalmente, em parceria com o Ministério do Turismo”, disse a parlamentar.

Na pauta, entre outras prioridades, o colegiado deliberou sobre o requerimento junto ao DNIT solicitando a pavimentação e asfaltamento das estradas que dão acesso aos municípios de Serra do Navio e Pedra Branca; assim como, a ampliação da entrada que leva à sede do município de Porto Grande, distante 100 km de Macapá.

Durante o expediente, os membros da CTUR, Deputado Fabrício Furlan, vice-presidente e deputada Telma Gurgel, apresentaram o balanço das viagens realizadas pelo interior do estado durante o mês de agosto aos municípios de Calçoene, Laranjal do Jari, Vitória do Jari e Oiapoque.
A CTUR se reúne sempre na quarta-feira, após as sessões ordinárias do Parlamento Estadual, e delibera sobre o trabalho realizado pelo colegiado em cumprimento ao calendário de viagens aos municípios do nosso Estado e fora dele.


AGÊNCIA DE NOTÍCIAS - ALAP
Texto: Everlando Mathias
Foto: Gerson Barbosa
Portal: al.ap.gov.br
Blog: casadeleis.blogspot.com
Twitter: @assembleia_ap
Facebook: Assembleia Legislativa do Amapá
Instagram: assembleia_noticias
Flickr: noticias assembleia
Tv Assembleia: Canal - 57.2
Rádio Assembleia: 93.9 FM

CJR e COF aprovam parecer garantindo gratificação ao grupo penitenciário do Amapá



O parecer de cinco projetos de Leis, foram aprovados em sessão conjunta das comissões de Orçamento e Finanças (COF) e da Constituição Justiça e Redação (CJR), realizada na manhã desta quarta-feira (20), na Assembleia Legislativa, com destaque para o projeto de autoria do Governo do Estado que altera a lei que trata dos cargos e modifica o plano de cargos e salários dos servidores públicos civis do quadro de pessoal do Estado do Amapá.

Na mensagem enviada a Assembleia Legislativa, o governador Antônio Waldez Góes, justifica que o projeto tem por finalidade extinguir a Gratificação de Plantão prevista na Lei Estadual n 1.929, de 06 de agosto de 2015, incorporando a mesma aos vencimentos de todos os servidores pertencentes ao Grupo Penitenciário do Poder Executivo. "Os servidores pertencentes ao Grupo Penitenciário não poderiam se escusar de desenvolver suas atividades em regime de plantão", garante o governador.

Para o deputado Jory Oeiras (PRB), a aprovação é uma forma de reconhecer o serviço do grupo penitenciário. "Enquanto nós dormimos, estes homens e mulheres fazem a retenção dos apenados na penitenciaria, para que não saiam e pratiquem crimes", finalizou agradecendo os membros da comissão. A votação foi acompanhada pelo presidente do Sindicato dos Agentes e Educadores Penitenciários do Amapá (Sinapen), Edno Bentes.

Votado em caráter de urgência nas comissões, o projeto deverá entrar em pauta nas sessões ordinárias o mais breve possível. "A gratificação deverá ser incorporada ainda este mês", frisou o deputado Max da AABB, devido a solicitação da urgência da matéria.

Na sessão conjunta presidida pelo presidente da COF, deputado Max da AABB, as comissões deram parecer favorável ao projeto de decreto legislativo de autoria do presidente da Casa, deputado Kaká Barbosa (Avante), concedendo Título de Cidadão Amapaense ao senhor Antônio Aparecido da Silva, pelos relevantes serviços prestados ao povo amapaense. Com um extenso curriculum na área jurídica, Antônio Aparecido, hoje exerce a função de secretario legislativo, na Assembleia Legislativa do Amapá.



AGÊNCIA DE NOTÍCIAS - ALAP
Texto: Everlando Mathias
Foto: Gerson Barbosa
Portal: al.ap.gov.br
Blog: casadeleis.blogspot.com
Twitter: @assembleia_ap
Facebook: Assembleia Legislativa do Amapá
Instagram: assembleia_noticias
Flickr: noticias assembleia
Tv Assembleia: Canal - 57.2
Rádio Assembleia: 93.9 FM

Deputado Kaká Barbosa recebe a coordenação do Projeto Nacional Irmanar que será lançado em Macapá



O presidente da Assembleia Legislativa do Amapá, deputado Kaká Barbosa (Avante) recebeu na manhã desta quarta-feira (20), a coordenação do projeto Irmanar, promovido pela marçonaria, que tem por meta a aproximação e o congraçamento de toda Federação Gobiana, buscando fazer um retrato da Maçonaria regionalizada em cada Estado da Federação frente a comunidade amapaense.
O Projeto quer unificar em nível nacional os pensamentos e ações, para que possibilitem como resultado, uma atividade maior da Maçonaria dentro do atual contexto social, político e cultural de nosso País.

A exemplo do que aconteceu por todos os Orientes do Brasil, por onde o projeto já foi apresentado, a capital amapaense será a anfitriã de mais uma edição Projeto Nacional Irmanar que reunirá um grande número de Deputados Federais e Estaduais, bem como Veneráveis de lojas e seus obreiros, cunhadas da Fraternidade Feminina e jovens das entidades paramaçônicas, com um grande fórum de debates, que acontecerá no dia 30 de setembro na Câmara de Vereadores de Macapá. "No fórum será tirado um retrato da demanda da população, para que possamos buscar auxilio junto ao Governo do Estado", frisou o coordenador Irmanar GOB/AP, Silvino Dal Bo Neto.

O presidente Kaká Barbosa, citou que o Estado passa por um momento difícil e que a ajuda de todos é importante. "Se estivermos unidos, com um só objetivo, e com ações direcionadas a fraternidade universal, poderemos mostrar ao Povo Brasileiro e ao mundo, que a Maçonaria e o Povo Gobiano, estarão de Pé e a Ordem, para trabalhar em prol da Nação Brasileira", finalizou Silvino Dal Bo Neto.




AGÊNCIA DE NOTÍCIAS - ALAP
Texto: Everlando Mathias
Foto: Jaciguara Cruz
Portal: al.ap.gov.br
Blog: casadeleis.blogspot.com
Twitter: @assembleia_ap
Facebook: Assembleia Legislativa do Amapá
Instagram: assembleia_noticias
Flickr: noticias assembleia
Tv Assembleia: Canal - 57.2
Rádio Assembleia: 93.9 FM

Deputada Roseli Matos destaca renovação da outorga das emissoras legislativas



Usando a Tribuna do Plenário, durante o Grande Expediente, na sessão ordinária desta terça-feira (19), a vice-presidente da Assembleia Legislativa do Estado, deputada Roseli Matos (PP) destacou o papel do ex-senador José Sarney e do assessor institucional em Brasília, Elpídio Amanajás, no processo de concessão e renovação das outorgas da Rádio e da TV Assembleia até o ano de 2025. Cópia do documento oficial que promove a renovação foi entregue ao presidente Kaká Barbosa, pelo assessor Elpídio Amanajás, em solenidade simples realizada no gabinete da Presidência.

Para a deputada Roseli Matos, a concessão e agora a renovação das outorgas é uma grande conquista da qual fazem parte muitos atores. "Quero abordar esse assunto e dizer da minha felicidade, porque para quem acompanha nosso mandato de deputado estadual sabe que a discussão em torno da concessão da rádio e da TV Assembleia, iniciou em 2012. O ex-presidente José Sarney teve importante participação no processo de concessão dessas emissoras. Tudo começou na gestão do deputado Júnior Favacho, em 2012. Eu sempre cobrei a efetivação dessas emissoras. Muitas vezes fui a outros Estados, buscar modelos de como funcionam essas instituições que prestam serviço tão importante ao Parlamento. São responsáveis pela informação e formação do Parlamento, trazendo mais transparência ao nosso trabalho, dando oportunidade à sociedade para acompanhar as atividades parlamentares e cobrar o papel de cada deputado e de cada deputada eleita pelo seu voto", afirmou a parlamentar.

As emissoras Legislativas ganharam nova dinâmica na atual gestão do deputado Kaká Barbosa. A Rádio Assembleia, com uma programação renovada, presta grande serviço à comunidade, divulgando informações diversas, com entrevistas e flashes informativos e de utilidade pública, além da transmissão direta e em tempo real de todas as sessões. A TV Assembleia também contribui para maior transparência das atividades parlamentares, reapresentando tudo de importante que ocorre no âmbito do Parlamento, inclusive as sessões ordinárias.


AGÊNCIA DE NOTÍCIAS - ALAP
Texto e fotos: ASCOM / Dep. Rosely Matos
Portal: al.ap.gov.br
Blog: casadeleis.blogspot.com
Twitter: @assembleia_ap
Facebook: Assembleia Legislativa do Amapá
Instagram: assembleia_noticias
Flickr: noticias assembleia
Tv Assembleia: Canal - 57.2
Rádio Assembleia: 93.9 FM

terça-feira, 19 de setembro de 2017

Projeto de lei pode transformar a canção "Jeito Tucuju" como hino cultural do Amapá



"Quem nunca viu o amazonas, nunca irá entender a vida de um povo, da alma e cor brasileiras, suas conquistas ribeiras, seu ritmo novo...". A música "Jeito Tucuju", dos cantores e compositores Val Milhomem e Joãozinho Gomes, que retrata o regionalismo e a cultura amapaense, pode ser o Hino Cultural do Estado do Amapá. "Nós vislumbramos a oportunidade de trazer esta música ao cenário da legislação como hino cultural oficial do Amapá e principalmente às nossas crianças e adolescentes nas instituições de ensino, o que proporciona um sentimento maior pelo Estado", justifica o deputado Dr. Furlan (PTB), autor do projeto durante a apresentação na manhã desta terça-feira (19) ao presidente da Casa, deputado Kaká Barbosa (Avante) e em seguida protocolado e segue para a Secretaria Legislativa da Casa. O evento contou com a presença dos autores da música, além da cantora amapaense Patrícia Bastos, a porta-voz da música amapaense. "Quando as pessoas em outros estados ouvem a música se emocionam", frisou a cantora.

De acordo com o projeto o hino deverá ser executado em eventos culturais, esportivos, folclóricos, legislativos, atividades escolares e demais cerimônias estaduais. "Vale lembrar que isso não vai afetar no Hino do Amapá, que permanecerá como o nosso hino cívico. O Hino Cultural será mais um mote de apoio à Música Popular Amapaense (MPA) e é uma forma de valorizar a realidade do povo amapaense, que é retratada nesta canção", afirmou o deputado Dr. Furlan.

Mesmo não sendo amapaense o presidente Kaká Barbosa, sugeriu que após a aprovação do projeto, a música seja cantada no plenário Dalto Martins. "Não nasci no Amapá, mas tenho esse povo no meu coração. Este projeto propõe o conhecimento e reconhecimento das diferentes manifestações culturais do nosso Estado, as quais são de suma importância para a preservação do patrimônio histórico e cultural", comentou o residente Kaká Barbosa.

O deputado Max da AABB (Solidariedade), elogiou a iniciativa do deputado Dr. Furlan. "Eu gosto da Música Popular Amapaense, pela diversidade que a torna linda". O parlamentar buscou se informar sobre a origem da música e mostrou preocupação quanto a uma concorrência ao titulo de hino cultural do Amapá.

Com a experiência da realização do projeto "Luau na Samaúma", realizado na praça do Ministério Público do Amapá, bairro Araxá, o procurador-geral de Justiça do MP, Márcio Augusto Alves, acompanhado pela Promotora de Justiça e Chefe de Gabinete da Procuradoria-Geral, Andrea Guedes de Medeiros, presenciaram o momento no gabinete da Presidência da Assembleia Legislativa e, garantiram que no próximo luau do MP será tocado o hino. "Queremos levar adiante esse sentimento de amor por esta terra", frisou a promotora, que reside há 27 anos no Estado do Amapá.



 AGÊNCIA DE NOTÍCIAS - ALAP
Texto: Everlando Mathias
Foto: Jaciguara Cruz
Portal: al.ap.gov.br
Blog: casadeleis.blogspot.com
Twitter: @assembleia_ap
Facebook: Assembleia Legislativa do Amapá
Instagram: assembleia_noticias
Flickr: noticias assembleia
Tv Assembleia: Canal - 57.2
Rádio Assembleia: 93.9 FM

Desemprego faz crescer o número de ambulantes no município de Laranjal do Jari



No setor terciário o comércio é, indubitavelmente, fator importantíssimo para o desenvolvimento da região, além de vários bares, boates e alguns hotéis. Nesse cenário de crise econômica e política, que vive o Brasil, esse setor freado a economia, refletindo no Estado do Amapá, onde a taxa de desemprego no terceiro maior município Laranjal do Jari com uma população de aproximadamente 46 mil habitantes, vem fazendo com que muitas pessoas recorram ao chamado emprego informal, foi o que constatou os deputados Jaime Perez (PRB) vice-presidente da Comissão da Indústria e Comércio (CIC) e o presidente da Comissão de Administração Pública (CAP), Fabricio Furlan (Solidariedade), durante visita no último final de semana a região do Vale do Jari. "É preocupante quando conversamos com os empresários, lojistas e donos de hotéis e ouvimos a mesma resposta: Tivemos que reduzir o quadro de funcionários, para manter a loja aberta", destaca o deputado Jaime Perez, após convers
a com a classe.


Os jovens também não escapam do desemprego. Matheus Oliveira dos Santos, 19 anos de idade é ambulante desde 2015, após ser demitido da Prefeitura do Município. "Eu ainda procuro emprego, pois a vida de ambulante às vezes dá lucro e ás vezes não. Por esse motivo não desisti ainda de encontrar um local fixo de trabalho que possa me dar lucro e estabilidade", conta o jovem que vende meias e outros objetos.





As vagas de emprego estão escassas. Segundo Marcela Pinheiro da Silva, do Núcleo do Clube dos Diretores Lojistas (CDL), em Laranjal do Jari, o número de vagas começou a diminuir no final de 2015. "Muitos clientes tinham projetos que aumentariam o quadro de funcionários, mas os projetos foram adiados e as vagas canceladas por retenção de custos", conta.

Para ela, o crescimento da economia depende da união da indústria – Jari Celulose, que emprega 60% do número de pessoas na região -, comércio e executivo municipal.

Dono de uma loja de produtos para motos, Izanildo Serra, relata que nos últimos meses ouve uma queda de 30% nas vendas. "Para não perder a clientela, temos que inovar", comenta.






AGÊNCIA DE NOTÍCIAS - ALAP
Texto: Everlando Mathias
Foto: Gerson Barbosa
Portal: al.ap.gov.br
Twitter: @assembleia_ap
Facebook: Assembleia Legislativa do Amapá
Instagram: assembleia_noticias
Flickr: noticias assembleia
Tv Assembleia: Canal - 57.2 Rádio Assembleia: 93.9 FM

Audiência Pública fortaleceu prevenção e combate ao suicídio no Amapá

 Nesta sexta-feira, 22, o plenário da Assembléia Legislativa lotou para Audiência Pública "Combate ao Suicídio: Essa causa é de to...