sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Deputado Max continua com agenda de visitas no interior do Estado

Dando continuidade a sua agenda de visitas no interior do Estado, o deputado estadual Max da AABB ( Solidariedade) 
esteve no último dia 30 de novembro, no Distrito de Anauerapucu, em Santana, convidado pela presidente da Associação das Mulheres Unidas da 
comunidade. Aldenice de Jesus. A visita é também uma forma de reforçar seu compromisso com a região.
Na oportunidade, o parlamentar agradeceu os votos recebidos da localidade onde sua candidatura tem sido bem aceita e 
conversou com os moradores, que se queixam da deficiência até dos serviços básicos como saúde, educação, transporte, lazer e 
segurança pública.
"Tenho buscando ouvir as demandas da nossa população, por isso as minhas visitas continuam com o propósito de ouvir atentamente 
os moradores do nosso Estado que ainda sofrem com a falta de investimentos nos serviços mais básicos. É nosso papel ver quais 
são as preocupações do nosso povo e buscar apresentar melhorias nas áreas mais carentes" destacou Max.


Assembleia Legislativa do Amapá
Gabinete do Deputado Estadual Max da AABB (SD)
Texto - ASCOM / Max da AABB - Foto: Michael Anderson

quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Deputada Edna Auzier realiza sessão solene em homenagem ao Dia do Evangélico

Proposta pela deputada Edna Auzier (PDS), a Assembleia Legislativa do Estado (Alap) promoveu nesta quarta-feira (07), sessão solene em homenagem ao Dia do Evangélico, transcorrido no dia 30 de novembro. O evento, presidido pela parlamentar proponente, contou com a presença do também deputado Pastor Oliveira, de 32 pastores evangélicos e de fiéis de diversas congregações que ocuparam as galerias da Alap.
A sessão especial foi ilustrada com a palavra de diversos pastores que se alternaram na tribuna, proferindo mensagens, orações e louvores a Deus e palavras didáticas sobre a data consagrada ao evangélico. O pastor Denis Albuquerque ministrou louvor. O apóstolo Kelson Abraão , presidente da comunidade Reviver preferiu oração. O pastor Aroldo de Melo Vasconcelos falou sobre a criação do Dia do Evangélico. O Pastor Mauro Oliveira explanou sobre o projeto Quinzena Cultural. Os pastores Sílvia Otoni, Orlando Moura Gaia, Benedito Gerônimo de Lima e Souza e o bispo Jetro Nunes Alves proferiam saudações e palavras de agradecimento.
A deputada Edna Auzier agradeceu ao presidente da Assembleia Legislativa, deputado Jaci Amanajás, pela cessão do espaço; à deputada Mira Rocha, autora do Projeto de Lei que instituiu o Dia do Evangélico no âmbito do Estado do Amapá e ao deputado Pastor Oliveira, que prestigiou o evento. “Como é bom a gente estar reunido com os irmãos evangélicos, prestando louvor ao Criador. Esta solenidade tem caráter especial. Visa agradecer a Deus por tudo que temos obtido até hoje.  O Amapá e o Brasil precisam fortalecer o lado espiritual. Nossa sociedade está contaminada pela corrupção. Precisamos ter fé e fazer o que Deus determina. Toda as vezes que formos decidir algo, precisamos fazer com a consciência tranquila de que estamos servindo a Deus e ao povo do Amapá.  Temos que semear o bem, para colhermos bons frutos . Sempre peço a Deus que nunca deixe a ganancia e ambição contaminar nossos corações. Nossa missão é ajudar o povo”, enfatizou.
A solenidade foi encerrada com a entrega, pela deputada Edna Auzier, de certificados a todos que participaram da sessão solene em homenagem ao Dia do Evangélico. 

Mais fotos:










 
Assembleia Legislativa do Estado do Amapá
Departamento de Comunicação – DECOM
Texto – Paulo Oliveira | Fotos – Jaciguara Cruz

Projeto de valorização do empreendedorismo feminino no Amapá ganha apoio em Brasília.

 A deputada estadual Marilia Góes (PDT), esteve em Brasília na última terça-feira, 06, para apresentar o Projeto Maré Mulher, que mapeou, e identificou a realidade das mulheres de comunidades tradicionais  do Amapá.  O projeto foi discutido em reunião entre a parlamentar e a Secretária especial de Políticas para Mulheres, Fatima Pelaes e o diretor da Secretaria de Mobilidade Social, do Produtor Rural  e Cooperativismo do Ministério da Agricultura, Pedro Alves Corrêa Neto.  O Maré Mulher foi     recebeu elogios e apoio oficial, graças às inovadoras características do projeto.

“Esse é a primeira fase do Maré Mulher, que terá continuidade em 2017, com a realização de um seminário  sobre o empreendedorismo feminino no Amapá. Agora queremos que elas, as empreendedoras,  saiam de todos os cantos do estado e ganhem o mundo”, ressaltou  Marília Góes,

O projeto entusiasmou a secretária Fátima Pelaes. “É importante mostrar que o que a mulher está fazendo, têm valor e influencia em todas as classes sociais. É isso que faz com que nós consigamos empoderar a mulher. E no Amapá há histórias lindas, como a das louceiras do Maruanum, com sua tradição de filhas ajudando as mães. Vamos, sim, apoiar o projeto, porque ele está dentro da linha do empoderamento da mulher empreendedora. É um projeto que tem tudo a ver com nossas ações”, destacou Fátima.

A partir da segunda fase do projeto, a deputada Marília Góes pretende proporcionar às mulheres trabalhadoras condições econômicas mais vantajosas, capacitando e abrindo canais de distribuição para os produtos produzidos por elas.
“A nossa ideia é, a partir do seminário, que será realizado em parceria com o Sebrae, e outras entidades, ajudar a organizar grupos temáticos de mulheres para garantir que elas possam chegar aonde quiserem, capacita-las e abrir um leque de opções”.  Comentou a deputada Marilia

A agenda da parlamentar em Brasília também resultou em um diálogo para instalação de uma central de atendimento dedicada ao empreendedor amapaense.  Para isso a parlamentar sugeriu ao diretor do Mapa a realização de um estudo técnico para apoiar o cooperativismo de gênero, que se encaixa perfeitamente na intenção do projeto Maré Mulher.

Mais fotos:





Assembleia Legislativa do Amapá
Gabinete da Deputada Marília Góes

Texto e fotos - Jorge Eduardo Antunes

Luciana Gurgel agradece aos pares eleição para ser 2ª vice-presidente da Assembleia

A deputada estadual Luciana Gurgel (PMB) foi eleita segunda vice-presidente da Assembleia Legislativa do Amapá (ALAP) durante sessão ordinária realizada nessa terça-feira (6).
Foram eleitos também os demais membros da nova mesa diretora da casa de leis para o biênio 2017- 2019.
 “Agradeço aos meus pares a confiança e reforço o meu compromisso com o parlamento estadual e com a população do Amapá. Vamos trabalhar sempre pelo fortalecimento do legislativo e desenvolvimento do nosso estado”, disse Luciana.
Para ocupar a primeira vice-presidência foi eleito o deputado Augusto Aguiar (PMDB) Jaci Amanajás (PV) na primeira secretaria, Jory Oeiras (PRB) na segunda secretaria, Paulo Lemos (PSOL) na terceira secretaria e Jaime Perez (PRB) na quarta secretaria.
A posse será realizada em janeiro de 2017 e terá o deputado Kaká Barbosa como presidente.

Mais fotos:





Assembleia Legislativa do Amapá
Gabinete da Deputada Luciana Gurgel

Texto – Rosiane Almeida | Fotos - Divulgação

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Audiência pública da Assembleia Legislativa no Bailique ouve reivindicações das comunidades

Uma canção Gospel, intitulada “Deus é Grande”, entoada por um grupo coral infantil local, abriu a Audiência Pública realizada na noite de sábado (03), em Vila Progresso, encerrando as atividades itinerantes da Assembleia Legislativa do Estado (Alap) no arquipélago do Bailique nos dias 02, 03 e 04 de dezembro, quando foi realizada também uma edição do Projeto Assembleia Cidadã, ação destinada a prestar atendimento às comunidades carentes. 
A Audiência Pública, proposta pelo presidente da ALAP,  foi realizada no Centro Comunitário de Vila Progresso e  contou com a presença dos deputados  Jaci Amanajás, Charles Marques e Paulo Lemos; de líderes comunitários e de moradores locais. O debate girou em torno dos principais problemas que afligem os moradores do arquipélago, como fornecimento de energia elétrica, abastecimento de água, educação, saúde, segurança pública saúde e locomoção, entre outros.
A sessão foi iniciada com a leitura, pelo deputado Paulo Lemos, de mais de 20 requerimentos e indicações, já aprovados no Plenário da Assembleia Legislativa, todos pedindo providencias para graves problemas que afligem as comunidades ribeirinhas do arquipélago.  Em destaque, um requerimento do próprio presidente da Assembleia Legislativa, deputado Jaci Amanajás, que solicita a instalação, no Bailique, de um posto de atendimento da Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA). O parlamentar justificou seu pedido nas reclamações sobre altos valores cobrados pela estatal, ultimamente, nas contas de energia elétrica e a dificuldade para os ilhéus negociarem esses valores, tendo que se deslocar até a capital.
Em seguida, vários líderes comunitários e pessoas encarregadas por prestação de serviços públicos na região usaram da palavra. Os primeiros reclamando da carência do poder público no arquipélago e os demais tentando justificar a precariedade do atendimento nas dificuldades financeiras e de logística que enfrentam nas suas atividades.
O deputado Paulo Lemos, parabenizou o presidente da ALAP pela iniciativa de levar o Parlamento até o Bailique, que classificou de “momento histórico” e criticou políticos que só visitam os ilhéus em época de eleição. “Presidente, quero exaltar a sua iniciativa de realizar um momento histórico para todos nós. Mas, não poderia ser diferente, afinal o senhor nasceu aqui e se criou na região. Nunca antes este parlamento, que já está aí nos seus 25 anos de existência, esteve presente aqui no Bailique numa missão oficial como está acontecendo agora. Estas comunidades precisam muito do apoio de parlamentares. Até porque, em momentos de eleição, um número muito grande de deputados vem ao arquipélago em busca de votos, sem depois dar o devido retorno. Meu carinho, por este povo é muito grande e sempre venho aqui, desde quando fui secretário do município. Por isso destaco a importância deste momento. São poucas as pessoas que acompanham o parlamentar no exercício de seu mandato e alguns nem sabem em quem votaram. Para este povo, é muito difícil ir ao parlamento, por isso, é elogiável esta iniciativa que nos aproxima ainda mais deste povo”, afirmou o parlamentar, sugerindo a formação de uma comissão de deputado para ir a CEA tentar negociar uma solução para as contas de luz que estão muito altas.
O deputado Charles Marques destacou a aproximação que a vista reforça com o povo da região e disse haver superado um trauma de viajar para o Bailique. “Precisamos nos enturmar com o pessoal das 52 comunidades do arquipélago. Tinha um trauma para vir até aqui.  Amigos meus sofreram naufrágios vindo para cá. Perdi uma família inteira de amigos que morreu num naufrágio vindo para esta região. Isso mexeu comigo. Mas, assim como um poeta, um político de verdade, precisa estar na praça. No meio do povo.  Correr risco, faz parte da vida. Quem não se arrisca, não vence. Eu venci o trauma, as lembranças e vim. Vim porque imaginei que aqui tinha um povo que precisava do nosso mandato. Esse mandato que viemos colocar à disposição de vocês. Na segunda guerra mundial, o general McArthur, ao ser afastado da frente de combate do Pacífico, disse que voltaria. E voltou, para assinar a rendição incondicional do Japão. Eu saio daqui dizendo ao povo do Bailique que voltarei. Voltarei porque venci meu trauma. Voltarei percebo que o povo continua precisando, cada vez mais, de políticos comprometidos. Voltarei porque percebo que tem muitas crianças e jovens perambulando pelas nossas pontes e que, daqui, precisam sair vereadores, deputados, deputadas, médicos, assim como o exemplo do doutor Jaci. Que aqui na região do Bailique, nessas 52 comunidades podemos desenvolver sistema econômico forte na costa do Amapá. Precisamos debater a vocação econômica desta região. E, isso a Assembleia Legislativa se propõe a fazer”, garantiu.
O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Jaci Amanjas, prometeu encaminhar aos órgãos competentes, cada uma das reivindicações feitas pelos moradores do Bailique e cobrar as providências referentes aos requerimentos já encaminhados. “Como filho desta terra, estou muito feliz de estar aqui, participando, primeiro como médico, na ação Assembleia Cidadã, consultando as pessoas e, agora, como chefe do Poder Legislativo, presidindo esta audiência Pública. Como político, estamos aqui mais para ouvir do que para qualquer outra coisa. Afinal, vocês que nos elegem para representá-los. Na esperança que a vida de vocês, as comunidades às quais pertencem vão melhorar. Estamos aqui, representando os 24 parlamentares que integram a Assembleia Legislativa do Estado para ouvi-los e para informar o que, na qualidade de políticos, pretendemos fazer para melhorar a qualidade de vida deste povo que sofre, mas que nunca perde as esperanças”, enfatizou o presidente.
Jaci Amanajás aproveitou a ocasião para agradecer ao povo do Bailique pela acolhida e a todos os integrantes da comitiva pelo esforço desprendido.  “Fomos muito bem recebidos nesta terra. Agradeço a acolhida, assim como agradeço a cada integrante dessa comitiva. Aos servidores da Assembleia Legislativa que tudo fizeram para que tivéssemos o melhor. Aos parceiros e voluntários que se deslocaram até aqui, nosso muito obrigado. O trabalho de todos foi muito importante para o sucesso de nossa missão”, encerrou.

Assembleia Legislativa do Estqado do Amapá
Departamento de Comunicação – DECOM
Texto – Paulo Oliveira | Fotos – Michael Anderson
Site al.ap.gov.br | Blog casadeleis.blogspot.com

Energia e telefonia celular predominam nas reclamações de moradores do Bailique

Os constantes desligamentos de energia tem sido um dos principais problemas para a população do Arquipélago do Bailique, que acumulam prejuízos. Esta e a principal reclamação do comerciante João Soares, que há 16 anos tenta manter o negócio mesmo tendo prejuízos com os cortes de energia. “Temos gerador de energia em casa, mas não tem como manter os freezers funcionando no comércio”, frisou o comerciante, relando que acumula prejuízos com dois motores de geladeiras parados, além de um freezer. 
De acordo com moradores a falta de estrutura no sistema de abastecimento de energia é um dos principais problemas na interrupção. Galhos de árvores que caem sobre a rede elétrica, postes que são derrubados pelos búfalos. “Já ficamos semanas sem energia”, comentou a dona de casa, Maria dos Anjos.  
O deputado Paulo Lemos pediu o empenho da Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA), na revitalização e substituição dos postes da rede de iluminação pública da Passarela 23 de Janeiro em toda a sua extensão na Vila Progresso. O requerimento aprovado na sessão do dia 29 de novembro atende a reivindicação da comunidade residente naquela vila que acompanha temerosa o aumento excessivo de furtos naquele perímetro, agravado pela ausência do serviço de iluminação pública. 
 Construída há mais de 20 anos a caixa d`água que abastece a Vila Progresso mais parece um grande chuveiro, os buracos mal remendados deixam vazar água sobre pessoas. Os deputados aprovaram requerimentos com pedidos ao governador do Estado, Antônio Waldez Góes, onde solicitam ao diretor-presidente da Companhia de Água e Esgoto do Amapá (CAESA), Valdinei Santana Amanajás, reforma e ampliação do sistema de abastecimento de água da Vila Progresso. “O pedido vem atender o clamor dos moradores residentes na localidade que sofre com a ausência desse serviço de utilidade básica”, defende o presidente da Casa, deputado Jaci Amanajás.
Os deputados também requerem serviço de reparos na caixa d`água que apresenta vazamentos, levando a perda de água potável e consequente racionamento do produto aos moradores da localidade do Arquipélago do Bailique. “Lá os moradores estão sendo prejudicados com a falta de água. É preciso mais atenção para com a população”, destacou o deputado Paulo Lemos.
O isolamento em decorrência da falta de telefonia celular também faz parte da pauta de reinvindicações dos moradores do Arquipélago, que ainda utilizam o velho telefone fixo e os orelhões. “Temos os telefones, mas não existe cartão a venda para ligar”, reclama. Em meio a deficiência no atendimento telefônico as lan houses garantem o acesso à internet e as redes sociais como o whatsApp. “Já foi feito vários a baixos assinados e nenhuma providência foi tomada”, comentou o morador João Paulo dos Santos.   

Assembleia Legislativa do Estado do Amapá
Departamento de Comunicação – DECOM
Texto – Everlando Matias | Foto – Gerson Barbosa
Site al.ap.gov.br | Blog casadeleis.blogspot.com

Ação da Assembleia Legislativa movimenta moradores das comunidades do Bailique

A primeira edição do projeto Assembleia Cidadã, organizada pela Assembleia Legislativa do Amapá, em parceria com várias empresas e secretarias do Governo do Estado e do município de Macapá, movimentou a rotina dos moradores do Arquipélago do Bailique neste sábado (3), que além de receberem atendimentos, aproveitaram a oportunidade para mudar o visual e ganhar um dinheiro extra.
Há oito anos morando no Igaçaba, última comunidade do Arquipélago a professora Milena da Silva, enfrentou mais de três horas de viagem de barco até a sede onde conseguiu realizar o sonho de cortar o cabelo e mudar o visual. O pescador Alvino dos Santos Costa, aproveitou para cortar o cabelo e também dos quatro filhos. “O corte custa oito reais, na situação financeira que estamos, economizo 40 reais”, brincou o pescador. 
A palavra economizar foi o que motivou a dona de casa, Kátia Viana Correa a passar pelas mãos dos cabeleireiros. “Vamos aproveitar que é de graça”, frisou, agradecendo a iniciativa da Assembleia Legislativa, que oportunizou a ela cortar as pontas dos cabelos e mudar o visual dos dois filhos e de dois vizinhos. 
Todo o trabalho de corte de cabelo foi executado voluntariamente por uma família coordenada pelo cabeleireiro Jorbson Pereira Costa, que juntos com irmãos e tios fizeram alegria dessas pessoas. “Fiquei feliz ao ver a alegria no rosto das pessoas após olhar no espelho o resultado final, além disso, poder ajudar estas comunidades nos faz bem”, frisou o cabeleireiro. 
Moradora da comunidade Macedônia, situada no outro lado do rio a doméstica Marinete Sousa, 51, aproveitou a presença da ação e foi buscar atendimento médico. “Estou sentindo dores no peito há dias e aproveitei para ser atendida logo. É mais rápido e não preciso ficar em filas enormes nos postos de saúde básica na capital” relatou. 
A estudante Diana Salazar, mãe de dois filhos e aproveitou a oportunidade para participar da oficina de artesanato. “Estou desempregada e essa oportunidade chegou na hora certa. Não temos estes cursos disponíveis aqui na comunidade e o que eu aprendi, irei colocar em prática para ganhar dinheiro neste fazendo arvores de natal e ajudar meu marido com as despesas de casa”, disse Diana. “Estamos aqui expondo nosso trabalho e repassando nossos conhecimentos para estas pessoas. O nosso objetivo é que elas possam, através disso, garantir uma renda extra para sua família” destacou a coordenadora.
Para o presidente da Casa, deputado Jaci Amanajás (PV), a ação chegou na hora certa para atender as demandas dos moradores. “A vila é relativamente distante, e esse trabalho atendeu uma demanda reprimida daquelas pessoas que não conseguiam ser atendidas apenas aqui no local. Hoje acredito que estamos fazendo um bem maior para os moradores do município graças ao apoio do Governo do Estado” finalizou.

Mais imagens:

Professora Milena da Silva

Alvino dos Santos Costa

Kátia Viana Correa
Coordenadora entregando o certificado de artesanato


Assembleia Legislativa do Estado do Amapá
Departamento de Comunicação – DECOM
Texto – Everlando Matias | Foto – Gerson Barbosa

II Corrida da Assembleia abre inscrições a atletas amadores e profissionais em comemoração da Semana do Coração


Foram abertas nesta segunda-feira (05), as inscrições para a segunda edição da Corrida da Assembleia, que acontecerá no próximo dia 18 de dezembro, como parte da programação pela Semana do Coração, instituída em 2015 por intermédio de projeto de lei do médico e deputado Dr. Furlan (PTB), aprovado por todos os parlamentares, que visa chamar a atenção da sociedade para a prevenção às doenças cardíacas.
As inscrições só podem ser feitas somente pela internet, no Portal da Assembleia, cujo endereço eletrônico é www.al.ap.gov.br ou diretamente no site da empresa que aplicará a prova, digitando www.chiptiming.com.br . A prova acontecerá numa manhã de domingo, percorrendo ruas e avenidas do Centro de Macapá. A concentração será em frente ao prédio da Assembleia Legislativa, localizado na Avenida Fab, no Centro, a partir das 6 horas. Terá início com a distribuição do kit de corrida aos atletas inscritos. A corrida terá o percurso com a distância de 5 quilômetros, e largada da Avenida Fab/Rua Santos Dumont/Rua Jovino Dinoá/Av. Raimundo Alvares da Costa/Leopoldo Machado.
Os atletas estarão distribuídos por categorias, sendo a categoria geral, para atletas profissionais masculino/feminino e 15 categorias para atletas amadores. Serão 96 atletas premiados, seis na categoria geral e 90 atletas nas 15 demais categorias, totalizando R$ 12 mil reais em prêmios.

Assembleia Legislativa do Estado do Amapá
Departamento de Comunicação – DECOM
Texto – Cleber Barbosa | Foto – Gerson Barbosa
Site al.ap.gov.br | Blog casadeleis.blogspot.com

Luciana Gurgel é eleita a deputada do ano pelos internautas

Na noite desse sábado,03, na Choperia da Lagoa, aconteceu mais uma edição do prêmio Amapá em Destaque com a entrega do troféu Tucuju de Ouro, estatueta que homenageia os melhores do ano nas categorias: personalidades, políticos, empresários e veículos de comunicação. A escolha é feita através de votação eletrônica pelo site.
 A deputada Luciana Gurgel (PMB) foi eleita pelos internautas a deputada estadual de 2016, com 6.471 votos..
“Muito obrigada a todos os internautas que votaram e nos escolheram. Eu dedico esse prêmio aos eleitores que confiaram e me conduziram ao mandato e a minha equipe que diariamente me acompanha nessa missão: a de trabalhar para a melhoria da qualidade de vida da sociedade”, declarou a parlamentar.
A parlamentar falou da satisfação em receber o prêmio pela segunda vez. “É gratificante o reconhecimento do público que acompanha o nosso trabalho. Em 2013 fui eleita a empresária do ano e fiquei muito feliz. É um fato que nos motiva a trabalhar incansavelmente em prol da população”, finalizou Luciana fazendo um agradecimento especial ao marido, deputado federal Vinícius Gurgel,  citando o parlamentar como um grande colaborador do seu mandato contribuindo com sugestão de projetos e requerimentos.
O prêmio Amapá em Destaque é realizado há 20 anos e é considerado um dos maiores eventos do estado- que destaca o trabalho de grandes personalidades que contribuem com o crescimento e desenvolvimento do estado do Amapá.


Assembleia Legislativa do Estado do Amapá
Gabinete da Deputada Estadual Luciana Gurgel (PMB)
(Ascom GAB)

Deputada Cristina recebe Troféu Amapá em Destaque na categoria Personalidade Feminina na Política

Em reconhecimento ao seu trabalho e atuação no parlamento, a deputada estadual Cristina Almeida (PSB) recebeu neste sábado, 3, o Troféu Amapá em Destaque 2016. A solenidade de premiação aconteceu na Choperia da Lagoa e contou com a participação da socialista, que obteve 7.304 votos, sendo a parlamentar mais votada pelos internautas na categoria Personalidade Feminina na Política.
A premiação é concedida àqueles que se destacam e contribuem pelo desenvolvimento e crescimento do estado do Amapá.
Em seu discurso, Cristina falou sobre sua atuação no parlamento e agradeceu os votos recebidos. "Nosso mandato tem buscado combater as desigualdades, contribuindo principalmente para a inclusão social. Dedico esta premiação a todos os amapaenses, pelo reconhecimento e confiança em nosso trabalho. Viver este momento, é ter a certeza que estamos honrando a confiança de cada homem e mulher deste estado", enfatizou a socialista.
                              
                          
Assembleia Legislativa do Amapá
Assessoria de Comunicação Social
Gab. Dep. Cristina Almeida

sábado, 3 de dezembro de 2016

Projeto “Assembleia Cidadã” chega ao Arquipélago do Bailique com ações sociais à população

Populares acessando o Centro Comunitário da Vila Progresso, no Arquipélago do Bailique (AP)
O Arquipélago do Bailique, distrito mais distante do município de Macapá, recebe neste sábado (03) a ação social denominada Assembleia Cidadã, do Parlamento Estadual. O projeto, que foi aberto oficialmente na semana passada quando esteve no bairro do Marabaixo, agora fará parte de um calendário de ações voltadas a uma maior aproximação da Assembleia Legislativa do Amapá (ALAP) da comunidade, num conjunto de ações voltadas a maior inserção da Casa de Leis nas camadas mais populares na busca por respostas mais rápidas por parte do Poder Público.
A viagem até o Bailique foi feita por meio fluvial, com dezenas de servidores públicos da própria ALAP e também de parceiros que se uniram no projeto, como policiais civis e militares, bombeiros, enfermeiros, massoterapeutas, médicos, odontólogos e técnicos de laboratório, além de agentes da rede Super Fácil e Politec. Os atendimentos são feitos no Centro Comunitário da Vila Progresso, uma das maiores e mais importantes do arquipélago formado por mais de quarenta outras pequenas comunidades.
Deputado e médico Jaci Amanajás durante consulta no Bailique
O próprio presidente da ALAP, deputado Jaci Amanajás (PV), que também é médico, é um dos voluntários que se revezam no atendimento da população que desde as primeiras horas da manhã de sábado já faziam filas em busca de atendimento médico e também cidadão, especialmente nas orientações profissionais, jurídicas e expedição de documentos como carteira de identidade e cartão de saúde.
Para o deputado Charles Marques (PSDC) a satisfação com os resultados é o que mais importa. “Temos diversas ferramentas de trabalho no mandato parlamentar, como projetos de lei, requerimentos, indicações e audiências públicas. Mas sair da Sede em Macapá e vir ao encontro da população, verificando in loco e ouvindo suas reivindicações realmente é uma oportunidade ímpar para que nossas proposições sejam muito mais eficazes”, disse ele.
Já o deputado Paulo Lemos (PSOL) diz que imprime um ritmo diligente a seu mandato e sempre que pode percorrer as comunidades interioranas. “Mas aqui é uma ação institucional da Assembleia Legislativa, muito mais representativa e muito mais forte, portanto fico feliz por também ser protagonistas dessas mudanças de postura do nosso Parlamento”, declarou.
Ainda na noite de sábado foi aberta uma audiência pública lá mesmo na Vila Progresso, quando as mais diversas lideranças comunitárias, religiosas e pessoas do povo puderam se inscrever e debater abertamente suas dificuldades e demandas que esperar ver atendidas pelos órgãos demandados.

Mais Imagens:
Atendimento de saúde preventiva de crianças e adultos
Especialmente as famílias atenderam ao chamado do projeto Assembleia Cidadã
Deputado Charles Marques acompanha atendimento a cortes de cabelo
 
Atendimento na farmácia montada durante a ação social "Assembleia Cidadã"
Assembleia Legislativa do Estado do Amapá
Departamento de Comunicação – DECOM
Texto – Cleber Barbosa | Foto – Jaciguara Cruz

Presidente da Assembleia Legislativa participa de solenidade de condecoração à Marinha

O presidente da Assembleia legislativa do Estado, deputado Jaci Amanajás (PV), participou, na manhã desta sexta-feira (02), da solenidade de entrega do Selo Amigo da Justiça  à Marinha do Brasil, em reconhecimento aos relevantes serviços por aquela instituição às comunidades ribeirinhas, através das ações do Programa Rios de Cidadania.
A condecoração foi entregue ao comandante do Quarto Distrito Naval, Almirante Alípio Rodrigues, pela presidente do Tribunal de Justiça do Estado, desembargadora Sueli Pini, ocasião em que a magistrada destacou a estreita relação que sempre existiu entre a Marinha e a Justiça Amapaense. “Há 20 anos, quando a justiça do Amapá iniciava suas atividades itinerantes, a Marinha foi a primeira instituição que nos apoiar, cedendo sua embarcação para transportar nossa equipe. Hoje, essa mesma Marinha bate à nossa porta com um projeto ainda mais ousado, levando cidadania às comunidades ribeirinhas”, elogiou.
O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Jaci Amanjás, em seu discurso, destacou a importância do serviço desenvolvido pela marinha brasileira no programa Rios de Cidadania. “Está é, certamente, uma justa homenagem à Marinha do Brasil, em especial ao Quarto Distrito Naval, pela belíssima iniciativa de levar cidadania ao nosso tão carente povo ribeirinho. São atitudes como esta que nos fazem acreditar e ter a esperança de que, através da solidariedade e do compromisso com a causa pública, poderemos resgatar, da vulnerabilidade, nossos irmãos menos afortunados que precisam tanto da ação do Poder Público. Isso também nos faz acreditar na existência de Deus”, acentuou.
A solenidade foi encerrada com o discurso do comandante do quarto Distrito Naval, Almirante Alípio Rodrigues, que fez um balanço das duas últimas ações do programa. Nos meses de agosto e novembro, o Navio Auxiliar Pará foi palco de duas importantes ações que congregaram as equipes do Tribunal de Justiça, Governo do Estado, Assembleia Legislativa, Prefeitura de Macapá, Prefeitura de Mazagão e Marinha do Brasil. “Nosso trabalho está valendo a pena”, destacou o militar.
Participaram, também, do evento, o secretário de Justiça e Segurança Pública, Ericláudio Alencar;  a procuradora de justiça, Socorro Milhomem o desembargador Manoel Brito; o secretário de governo municipal, Jorge Pires;  o vice-presidente da OAB, Aureni Bento , o deputado Charles Marques e oficiais da Marinha, do Exército e da Polícia Militar do Estado, além de serventuários da justiça.

Assembleia Legisaltiva do Estado do Amapá
Departamento de Comunicação – DECOM
Texto – Paulo Oliveira | Foto – Ascom/Tjap

Audiência Pública debate atuação dos profissionais de administração no Amapá

Na manhã de sexta-feira, 2, a Assembleia Legislativa do Amapá (Alap), através do mandato da deputada Cristina Almeida (PSB) e do Conselho Regional de Administração do Amapá (CRA/AP), promoveu uma audiência pública para debater os desafios e as oportunidades dos profissionais da área de administração pública e privada no estado do Amapá.

A audiência "Administrar é para quem" reuniu administradores, acadêmicos, sociedade civil e autoridades, que abordaram vários temas, dentre eles, a tramitação do Projeto de Lei do Senado - PLS nº 439/2015, que dispõe sobre o exercício de atividades dos campos da administração. E ainda, a atuação dos administradores, bem como os desafios das áreas administrativas e de como o sistema de contratações das empresas e órgãos públicos é realizado.

Durante seu pronunciamento, a presidente do Conselho Regional de Administração do Amapá (CRA-AP), Ediljane Maria Campos, destacou a importância da aprovação do Projeto de Lei.

“Aprovar o PLS nº 439 é resguardar e ampliar os direitos dos profissionais de administração. É preciso estabelecer regras sobre a nossa atuação no mercado de trabalho e fazer com que a área de atuação do administrador seja ocupada pelos próprios profissionais”, ressaltou Ediljane.

Para a administradora e deputada Cristina,  é fundamental o debate entre as instituições e a ampliação das discussões na sociedade para fortalecer a categoria. "Assim obteremos alternativas satisfatórias aos profissionais da área”, destacou.

O Censo da Educação Superior, divulgado pelo Ministério da Educação (MEC), revelou que administração é o curso mais procurado do País. Para os membros do CFA,  por esse alcance e com a tramitação do PLS, os debates devem englobar mais estados brasileiros. O Amapá saiu na frente.

Assembleia Legislativa do Estado do Amapá
Gabinete da Deputada Cristina Almeida (PSB)
Texto e foto - Ascom GAB