Pesquisar este blog

quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Secretária de Saúde comparece á Assembleia Legislativa e dá explicações aos deputados


Na manhã desta quarta-feira (04), a secretária estadual de Saúde, Olinda Consuelo Lima Araújo, esteve na Assembleia Legislativa atendendo convite dos deputados Jaci Amanajás (PPS) e Manoel Brasil (PRB) presidente e vice-presidente respectivamente da Comissão de Saúde (CAS) da Casa onde prestou esclarecimentos sobre as atividades da secretaria em todo o Estado do Amapá e respondeu aos questionamentos dos parlamentares. Durante 15 minutos a secretaria falou dos avanços na sua gestão e deu informações sobre os hospitais no Amapá.

Segundo a secretaria o governador Camilo Capiberibe (PSB), está investindo mais de R$ 227 milhões, sendo R$ 185 em obras e R$ 42 milhões de equipamentos. As obras são: reformas e ampliações e reformas nos hospitais Alberto Lima, investimento acime de R$ 13 milhões, hospital de Santana no valor de quase R$ 22 milhões, Hospital da Criança e do Adolescente, onde estão sendo investidos mais de R$ 15 milhões, Hospital Estadual de Laranjal do Jari com investimentos de R$ 17,5 mi, Cochão do complexo regulador do SUS, que estará dando uma nova roupagem no controle de agendamento de marcação de consultas e cirurgias e regular a área de urgência e emergia. “Vai mudar de paradigma o que tem sido hoje essa regulação de leitos dentro do Estado”, frisou a secretaria, informando que está sendo investido mais de R$ 2 milhões na construção de sete bases do SAMU, além a construção da Maternidade de Parto Normal (R$ 6,1 mi), reforma do hospital de Oiapoque, onde foi investido R$ 1,5 mi e reforma e ampliação do Hospital de Emergência, onde serão gastos R$ 27,5 mil. 


O relatório dos avanços e desafios na gestão da Saúde Pública apresentado aos deputados, assessores, colaboradores e servidores da Saúde, além da população que lotou as galerias da Assembleia Legislativa, mostra que a falta de leitos é um dos entraves que estão sendo prioridades no atual Governo para serem sanadas. “Nos últimos anos a população do Amapá cresceu cerca de 41% e não houve aumento no número de leito nos hospitais”, justifica a secretaria, apontando que foram reativados vários projetos como o das Parteiras Tradicionais do Amapá e o Visão para Todos, que já realizou 1800 cirurgias e o aumento do número de leitos na rede hospitalar do Amapá. De acordo com os números apresentados hoje 455 médicos estão lotados na rede pública de saúde do Estado. “Esse número não atende a necessidade da população”, reconhece a secretaria, demostrando os números da Organização Mundial da Saúde (OMS), que determina o total de um médico para cada mil habitantes, no Estado do Amapá esse percentual cai para 0,65, ou seja, não atinge a meta da OMS.

O relatório demostra que foram aprovados e chamados 1.593 candidatos no concurso da saúde e já estão exercendo suas funções. Ao final da explanação a secretária agradeceu aos deputados por mais de três horas colocou-se à disposição dos parlamentares para questionamento.





Assembleia legislativa do Estado do Amapá – ALAP
Departamento de Comunicação – Decom
Direção – Cleber Barbosa
Texto: Everlando Mathias
Foto: Jaciguara Cruz
Atualização: Rômulo Araújo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deputada Marilia articula projeto de práticas restaurativas nas escolas da rede pública

Para contribuir com o processo de resolução de conflitos nas escolas, órgãos públicos do estado trabalham em conjunto no desenvolvimento ...