Pesquisar este blog

terça-feira, 17 de setembro de 2013

Deputado quer debater a transformação do Hospital Metropolitano em Pronto Socorro

Nesta quinta-feira (19), acontece no plenário da Assembleia Legislativa do Amapá, audiência pública para discutir sobre a possibilidade de transformar o Hospital Metropolitano, na Zona Norte da capital, em um Pronto Socorro. A proposta é do deputado petebista, Antônio Furlan. A medida, segundo o parlamentar, desafogaria o Hospital de Emergência, e conseguiria atender toda a população da área norte, e também, municípios e distritos mais próximos da capital.
“Eu como médico, entendo que o mais viável seria transformar o Metropolitano em Pronto Socorro, e isso iremos propor na audiência pública e o que for decidido durante os debates, será trabalhado para que o hospital possa, finalmente, ser concluído e inaugurado”, disse Furlan.
 O deputado – que aproveitou a oportunidade para convidar a sociedade civil organizada, técnicos e os profissionais de saúde para participarem das discussões – afirmou que o prefeito de Macapá, Clécio Luiz, confirmou presença no evento.
 Hoje, em Macapá, há apenas um Pronto Socorro, que fica na Zona Sul da cidade e atende toda a população da capital, e também, pacientes que veem de outros centros, ou até mesmo, de fora do estado. Conta ainda com o Hospital de Especialidades Alberto Lima, a Maternidade Mãe Luzia e o PAI (Pronto Atendimento Infantil).
 “A rede hospitalar do estado precisa ser ampliada, e isso parece que vai sair, mas enquanto não ocorre, precisamos encontrar alternativas. As pessoas não podem ficar sem assistência médica de qualidade, e nem tampouco, serem envolvidas em política; a saúde não tem cor, todos precisam trabalhar juntos”, contextualizou.
 A audiência pública ocorre na quinta-feira (19), a partir das 9h, no plenário do Legislativo Estadual.

Assembleia Legislativa do Estado do Amapá – ALAP
Departamento de Comunicação – Decom
Direção do Decom – Cleber Barbosa
Texto: Rosiane Almeida

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deputada Marilia articula projeto de práticas restaurativas nas escolas da rede pública

Para contribuir com o processo de resolução de conflitos nas escolas, órgãos públicos do estado trabalham em conjunto no desenvolvimento ...